Pesquisando entre Membros e Congregados da igreja, neste mês chegamos a seu nome, entre alguns outros, como DIGNOS PROFISSIONAIS que têm sido exemplarmente responsáveis com o serviço que prestam à população. Parabéns. Leia algumas sugestões que lhe damos agora.


Do seu e de outros nomes, é que chegaremos aos INFLUENTES em nossa cidade, para este ano.
.
.
.
.
.

ENTREVISTA DE EMPREGO – O GUIA DEFINITIVO


Este artigo fala sobre técnicas de entrevista de emprego e tem caráter informativo, educativo e motivacional, e não pretende enganar pessoas ou empresas.
Inúmeros leitores de alguns dos meus artigos sobre carreira:
Pediram um artigo sobre entrevistas de emprego. Ei-lo.
Em um mundo competitivo, as pessoas que colaboram com os objetivos comerciais e financeiros de uma empresa precisam ser escolhidas com seriedade, e é por esse motivo que o processo de seleção (e nele está incluído a entrevista de emprego) se torna tão importante.
O sucesso de uma empresa passa pelas pessoas que nela trabalham.

Ok, hora de planejar:

  • Onde estou? Buscando colocação no mercado de trabalho (ou recolocação) e fui convocado(a) para uma entrevista de emprego.
  • Onde quero chegar? Ser aprovado(a) e começar logo no novo emprego.
  • O que preciso fazer para atingir meu objetivo? Me sair bem na entrevista e ser aprovado(a) na seleção.
Parabéns! Seu currículo está muito bom e bem redigido. Ele atingiu seu objetivo, que é te levar para uma entrevista de emprego. Agora é com você!
Se você foi convocado(a) para uma entrevista de emprego, você já passou por uma, duas (ou algumas) triagens de seleção de currículos. Entenda que, cada oportunidade de emprego pode receber centenas, até mesmo milhares de currículos. Em algumas seleções pode acontecer que essa “triagem” seja feita por telefone (entrevista preliminar). Isso é muito positivo, pois o candidato(a) perceberá que seu currículo foi “lido” e que “avançou” para as próximas etapas no processo. Não existe o “perfil ideal” ou “perfil vencedor”, pois quase sempre alguns poucos currículos são peneirados em uma seleção. O contratante é quem vai decidir. 
O critério mais comum de seleção de currículo é esse: O candidato(a) precisa ter o mesmo perfil da vaga anunciada. Se esse critério não for observado, a contratação poderá ser um desastre e mostrar sua deficiência a curto, médio e longo prazos. Às vezes não é possível encontrar o candidato ideal. Nesses casos, a empresa precisa decidir se mantém ou não o processo seletivo aberto ou diminui os requisitos do perfil desejado (#sqn). 

Os objetivos da entrevista de emprego podem ser, não limitados a:

A) Conhecer pessoalmente o candidato(a). 
B) Avaliar e confirmar suas habilidades, competências e experiências. Também tirar dúvidas sobre benefícios, pacote de contratação, etc. Alguns fatores mais comumente analisados são: Expectativas, liderança, comunicação e expressão, coerência de idéias, lógica, cognição, argumentação e nível de ansiedade.
C) Comunicar ao candidato(a) mais detalhes sobre a oportunidade de trabalho em aberto, tais como: Nome da empresa contratante (em diversos anúncios a identidade da empresa é veiculada como “confidencial”), mais atribuições do cargo e função, cultura organizacional, desafios do novo emprego, etc;
D) Verificar a disponibilidade do candidato(a) para ser efetivamente contratado, caso seja aprovado no processo seletivo;
E) Testar os conhecimentos técnicos do candidato(a) e avaliar se suas competências psicológicas são próximas ao perfil da oportunidade de trabalho, ou seja, testar a performance e o comportamento do candidato(a). O entrevistador tem interesse especial nos planos do candidato, especialmente no que se refere à formação acadêmica (cursos extracurriculares, cursos incompletos, etc).
F) Avaliar como o candidato(a) gasta seu tempo livre… (Sim! As empresas estão muito interessadas no que o colaborador(a) faz quando não está trabalhando!)

Vamos ao que interessa! Como se preparar para a entrevista de emprego!?

Agora que sabemos o que vamos enfrentar na entrevista, um ritual (protocolo) deverá ser seguido. Eu gosto de acompanhar o meu time de futebol e percebo que o time campeão muitas vezes não é aquele que mais faz gols, mas o que erra menos. Na entrevista de emprego, não se pode perder pontos! Abaixo estão listadas 10 ações e comportamentos que, caso sejam observados, podem evitar que você perca pontos em sua entrevista:
1) Nossa aparência deve atrair as pessoas, e não repelir… Sua aparência reforça o que você afirma, então, esteja vestido de forma apropriada para uma entrevista de emprego. O traje mais aceito é o “esporte fino” (camisa social com manga comprida e paletó para homens e vestido ou “Tailleur” para as mulheres). Não exagere nos acessórios! Evite cortes de cabelo ou maquiagens extravagantes! Use cores neutras. Seja formal! Se você não sabe o que estas palavras significam, recomendo você buscar a ajuda de pessoas caretas (yuppies) ou que trabalham em cargos elevados. Pesquise na Internet por estes termos. Eu os testei no Google e os resultados foram excelentes!
2) Chegue no local da entrevista (eu quis dizer na sala, e não prédio) pelo menos 5 minutos antes. Não muito antes e nunca depois, pois você não pode denotar ansiedade ou falta de comprometimento.
3) Em nome de Odin! Nunca minta em uma entrevista de emprego! Com perguntas simples e desinteressadas, é possível perceber que o candidato(a) está supervalorizando seu perfil, se utilizando de afirmações falsas ou meias-verdades.
Por exemplo: Para cargos de gestão, é comum o entrevistador perguntar:
- Em seu último emprego, o que você controlava?
Então o candidato responde: 
- TUDO! Eu controlava tudo! Nada acontecia sem a minha aprovação!
Bem… Sabemos facilmente que o candidato em questão está mentindo! Pois ninguém controla TUDO! No fundo ele não controlava NADA!
4) Em nome de Zeus! Em hipótese alguma deixe seu smartphone para tocar a campainha. Mude para o modo vibração ou então faça melhor: desligue o aparelho durante a sua entrevista! Não há nenhum motivo embaixo do céu, suficientemente forte, que exija que seu smartphone toque sons durante o curto  tempo da entrevista. Caso você precise acompanhar algo ou alguém pelo smartphone, então peça para remarcar a entrevista.
5) Ao ser convidado(a) para entrar na sala onde a entrevista vai acontecer, sorria e aperte a mão do entrevistador(a) (não muito forte) e sente na ponta da cadeira, coloque as duas mãos sobre a mesa (se quiser, pode entrelaçar os dedos) e olhe nos olhos do entrevistador(a). Responda às perguntas olhando nos olhos! Mas não de forma que ele(a) pense que você quer comer o cérebro dele(a)! Aja naturalmente… Relaxe e confie no seu currículo!
Tarefa de casa: Pesquise no “amigo de todos” (o Google) sobre “linguagem não verbal em entrevista de emprego”. Leia, pelo menos, todos os sites da primeira página de resultados da pesquisa. Você vai perceber muita coisa importante sobre esse tema… Você vai ficar impressionado com os gestos que faz naturalmente, porém, em uma entrevista de emprego, você poderia perder pontos.
6) Entrevista de emprego não é hora e lugar para você expressar sua opinião sobre futebol, política, religião, estilo musical, tribo ou filosofia de vida. É hora de mostrar que você é colaborativo(a) e consegue se adequar a um ambiente multicultural, multidisciplinar e multinível. Seja heterogêneo(a) e não diferentão(ona)… Seja pacifista e não polêmico(a)! Nunca fale sobre assuntos cujo tema seja sexo ou orientação sexual!!! Jamais fale sobre drogas, descriminalização da maconha, etc.
 7) O entrevistador(a) está separando um tempo para conversar com você, então, você deve fazer o mesmo. Se concentre nas perguntas e depois, responda mentalmente. Avalie se está bom e depois responda verbalmente. Isso mostra que você é comedido e que tem carinho e cuidado com o ouvido do seu entrevistador(a)! Ninguém gosta de gente linguaruda ou que fala demais! Dê respostas curtas, porém, evite respostas monossilábicas (sim, não, é, tá, isso, etc). Responder rapidamente às perguntas vai mostrar uma única coisa: Que você sabe responder rapidamente a perguntas…
Nunca olhe no seu relógio durante a entrevista. Para evitar isso, guarde o relógio ou não use um quando for convocado para uma entrevista de emprego. Processos seletivos podem durar muitas horas, então, cancele compromissos no dia da entrevista. Mostre disponibilidade.
8) É comum seu entrevistador(a) só se dar conta que vai te entrevistar, no momento em que você chega e se identifica. Pode até ser verdade, pois outro time de recrutadores e selecionadores leram cada palavra escrita em seu currículo e elevaram seu perfil para o próximo nível no processo seletivo, porém, não acredite nisso! O entrevistador(a) está representando a empresa que pretende te contratar. Ele não deverá mostrar desinteresse ou falta de organização. Você precisa pesquisar na Internet tudo o que puder sobre a empresa para a qual está se candidatando: Negócio fim da empresa, mercado onde atua, balanços e finanças da empresa, posição na bolsa de valores, exposição na mídia, etc. Leve uma cópia do seu currículo!
9) Esteja preparado para qualquer tipo de pergunta, mesmo que pareça absurda! Pode parecer brincadeira ou para descontração, mas qualquer pergunta é importante. O entrevistador(a) tem interesse em você, então não o(a) decepcione com respostas rudes ou deselegantes. Nunca responda a uma pergunta com outra pergunta. Isso denota prepotência! Não faça piadas e não ria demais de qualquer piada que o entrevistador(a) conte pra você. Ele(a) está te testando desde o momento que você chegou, cumprimentou a(o) recepcionista e até mesmo a forma como você se sentou ou que aguarda o momento de ser chamado.
10) O entrevistador já te imagina trabalhando na empresa contratante, e quer ter a certeza que você vai se adaptar à ela e aos profissionais que já trabalham nela. Para tranquilizar o entrevistador (e fazê-lo te indicar para a vaga), informe à ele, tantas vezes quanto sejam possíveis você falar, experiências que envolvam pessoas, tais como: Shopping, praia, cinema, festivais, feiras, etc. Isso mostrará que você é sociável! 
Poucos profissionais se dão conta que, em uma entrevista de emprego, o candidato(a) também está avaliando a empresa.
Seguem alguns lembretes muito úteis para quem está participando de processos seletivos:
Treine entrevistas de emprego! Com parentes ou amigos, faça simulados com perguntas fáceis misturadas com difíceis. Se puder, registre em video, para ver suas reações depois, porém, não programe suas respostas, mas apenas esteja preparado para as perguntas.
Se esta é sua primeira entrevista de emprego, não se preocupe! Fale sobre seus grupos de estudo, serviços voluntários, viagens ou uma festa que tenha organizado.
Para os mais experientes, use o método “estrela”. Mostre resultados com números. Apresente suas entregas e realizações utilizando a técnica STAR: Situação-Tarefa-Ação-Resultado. Assim, você consegue mostrar uma sequência lógica e estruturada das suas conquistas e como empregou seu talento e competências. Entrevistadores e gerentes adoram números!
Ao contar situações que viveu em seus empregos, sempre termine com algo positivo ou que denote superação. Por exemplo: depois de terminar um projeto desafiador em termos de orçamento e prazo, termine com “fui promovido(a)”!
Faça perguntas! Mostre interesse! Os entrevistadores adoram isso!
Cuidado com o que posta nas redes sociais! Faça uma varredura (ou peça a um amigo) em seus perfis e delete (ou aumente a privacidade de) fotos comprometedoras. Opiniões polêmicas ou dirigidas à grupos de pessoas devem ser evitadas. Esteja preparado para responder sobre situações, fotos ou postagens em suas redes sociais. Que todos nós aprendamos essa simples lição: Nossas vidas, real e virtual, estão cada vez mais próximas!
Leia o ambiente. Identifique livros, porta-retratos de família, etc. Procure identificar como está o humor do entrevistador, seu cansaço ou entusiasmo. isso pode determinar como será sua entrevista.
O tempo de duração de uma entrevista pode variar bastante. Algumas duram poucos minutos (o que não é bom), mas outras podem levar mais de 2 horas! Quanto mais tempo o entrevistador dispender com você, maiores são suas chances de conquistar a vaga!
Tenha em mente que a tarefa do entrevistador é encontrar o candidato com o perfil ideal.Durante sua entrevista, convença-o disso! Faça com que ele separe seu currículo como um dos preferidos/selecionados. Uma ótima técnica para conseguir isso é surpreender! Entrevistadores estão cansados de sempre conduzir as entrevistas da mesma forma… As mesmas perguntas e é claro, as mesmas respostas. Surpreenda seu entrevistador! Garanta que ele vai memorizar seu nome!  
Venda-se! Todo profissional é, intrinsecamente, um vendedor, um empreendedor e um prestador de serviços. 
Percebeu que não falamos sobre salário? Isso porquê a entrevista de emprego não tem como objetivo primário tratar do salário! A menos que a oferta salarial seja claramente informada no anúncio de emprego, deixe para falar sobre salário quando você for aprovado no processo seletivo! É muito mais fácil tratar salário com um candidato vencedor, do que um candidato que ainda está concorrendo. Em muitos casos, se o candidato fizer perguntas sobre o salário, soa até mesmo como deselegante! Segure sua ansiedade e deixe para falar sobre esse tema mais a frente!
Por último, e não menos importante, é que todos nós precisamos, a despeito do cenário desfavorável das crises política e econômica do Brasil, do desespero de muitos profissionais em busca de recolocação… Precisamos (devemos) ter uma postura otimista e uma visão positivista de tudo e de todos! Eu aprendi muito cedo que reclamação e choro não mudam realidades, mas sim ações bem planejadas e com a visão correta. Os profissionais que conseguiram emprego durante a crise relataram que nunca perderam a esperança. Assim, devemos nós também enxergarmos situações adversas e desafios difíceis!
Acabamos por aqui. Existem mil e outras dicas e lembretes importantes, mas com esse texto você vai ficar ocupado por um bom tempo se preparando para sua tão aguardada entrevista de emprego.
Agora volte e leia o artigo de novo. Sucesso pra todos nós!

https://www.profissionaisti.com.br/2016/10/entrevista-de-emprego-o-guia-definitivo/